Indústria
Consultoria e gestão
Localização
Lisboa, Portugal
Cliente desde
agosto de 2021
Número de colaboradores
11-50

Flexibilidade como palavra de ordem

A história da Brief Creatives

Compensação flexível vai ao encontro do que cada um mais valoriza
Coverflex permite alocação de benefícios flexíveis que podem ser escolhidos, e não atribuídos
Além de aumentar a flexibilidade, a Coverflex conseguiu simplificar processos

A Coverflex chegou numa altura em que conseguimos dar um impulso maior para esta área, porque a compensação flexível vai ao encontro do que cada um mais valoriza.

Diogo Silva
,
Cofundador e CEO

O conceito de “Brieflex” é original, brincam. A agência, com escritório em Lisboa, inventou e nomeou um sistema de trabalho flexível assente em dois fatores essenciais: três dias no escritório, dois - à escolha de cada colaborador - a partir de casa ou de onde quiserem. Em nome da flexibilidade de cada um dos 12 elementos que compõem a equipa da Brief Creatives, nascida em 2014, em plena crise económica, esta foi a melhor forma de materializar a liberdade de escolha.

“Lançámos a Brief em 2014, e foi sempre um crescimento sustentável, mas sempre tentando entregar as melhores condições aos trabalhadores”, explica Diogo Silva, cofundador e CEO da agência.

A vontade de criar um projeto criativo que se preocupasse, em primeiro lugar, com o bem-estar dos colaboradores foi um ponto de partida para a fundação de uma agência que quer crescer, sobretudo em qualidade de serviço.

“Sendo uma equipa pequena, não somos uma startup - e, ainda que o nosso crescimento não seja tão acelerado, é preciso garantir a sustentabilidade da empresa e de outras políticas”, assinala, acrescentando: “Sempre foi nossa intenção manter uma cultura que valorizasse as pessoas. Porque estamos num mercado competitivo, a atração de talento é muito difícil. Quisemos motivar aqui uma cultura diferente, criar uma agência que tem qualidade e que entrega um bom trabalho mas que, ao mesmo tempo, consegue oferecer boas condições a quem cá trabalha. E é sempre um desafio porque as políticas fiscais não ajudam, a instabilidade política e económica não ajuda”, justifica.

O desafio

Foi também a pensar nessa flexibilidade que surgiu a preocupação de adequar a oferta de compensação às necessidades pessoais de cada colaborador. Dessa procura, focada na contratação do melhor talento - e do talento mais adequado às necessidades da empresa -, surgiu a ideia de oferecer, além do salário habitual, um conjunto de benefícios flexíveis que pudessem ser escolhidos, e não atribuídos.

“A Coverflex chegou numa altura em que conseguimos dar um impulso maior para esta área, porque a compensação flexível vai ao encontro do que cada um mais valoriza”, assinala Diogo Silva, sobre a oportunidade de começar a usar a solução.

A experiência, que começou com três colaboradores em agosto de 2021, expandiu para toda a equipa em janeiro de 2022. All in, com a experiência da Wallet e todos os benefícios disponíveis na plataforma. “Temos tudo em aberto para ver o que as pessoas querem utilizar”, assinala Robson Gomes. A solução, assinalam os responsáveis, assentou “que nem uma luva”.

“Pareceu-nos tão intuitiva que o que fizemos foi passar todo esse conhecimento para os colaboradores. Nunca sentimos necessidade de acompanhar os colaboradores mensalmente. (...) É um bom produto para quem, como nós, quer dar melhores condições aos colaboradores. As condições contratuais em Portugal são extremamente burocráticas e não ajudam as empresas, nesse sentido”, justifica Robson Gomes, cofundador da Brief Creatives.

“A Coverflex oferece um excelente produto nesse sentido, porque é realmente flexível a forma como podemos gerir os benefícios e com os colaboradores. Decidimos testar e avançar convosco.”, acrescenta Diogo Silva, sublinhando: “A contratação da Coverflex é precisamente para, com a equipa que temos, termos as melhores condições que conseguirmos. Desde há oito anos temos vindo a crescer, sabemos que os nossos colaboradores não valorizam apenas a remuneração salarial, valorizam outras coisas, e a Coverflex mostra que isso é possível”.

A solução

Falando da plataforma, existem dois benefícios favoritos. O mais utilizado, contam Diogo e Robson, é o PPR. O outro, a tecnologia. “Sabemos que há colaboradores a investigar o Coverflex Infância. Estamos ainda no momento de explorar”, detalha o CEO da empresa.

Com a Coverflex, além de aumentar a flexibilidade, a Brief conseguiu simplificar processos. “Tentávamos ter outros métodos, e a Coverflex surgiu para simplificar todos eles. Se a empresa está a correr melhor, conseguimos projetar uma compensação melhor a partir do mesmo sistema.”, diz Robson. “Ganhámos flexibilidade com a Coverflex. Às vezes o mais óbvio é o menos dito”, conclui Diogo.

Esta história foi publicada pela primeira vez no blog da Coverflex em junho de 2022.

Benefício favorito do Robson: PPR

Outras histórias sugeridas

Praticar a individualidade, benefício a benefício
ver história
A Coverflex como alavanca para benefícios
ver história
Acompanhar o crescimento, passo a passo
ver história

Descubra a Coverflex

Junte-se a mais de 2.000 empresas e 34.000 utilizadores que já usam a Coverflex e torne-se parte da revolução que simplifica a compensação para gestores, contabilistas e colaboradores.