C

om a atribuição de benefícios em mente, a Rupeal conseguiu materializar essa vontade com a Coverflex. Testada desde o verão de 2021 apenas com um grupo de colaboradores, a solução foi escalada para toda a equipa e é uma ferramenta na atração e retenção de talento.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. A máxima é perceptível em vários âmbitos e os benefícios flexíveis não são exceção. “A área de compensação e benefícios está cada vez mais complexa: as minhas necessidades não são as mesmas das de outra pessoa. Cada vez mais se fala de salários emocionais, de trabalharmos de casa, e a compensação passa muito por estas coisas, em haver alguma versatilidade e flexibilidade das empresas em poder olhar para aquele colaborador e perceber até que ponto pode ir na sua dinâmica na sua redistribuição de benefícios. Essa foi a principal razão”, explica Luís Nogueira, HR Operations Lead da Rupeal.

“A área de compensação e benefícios está cada vez mais complexa: as minhas necessidades não são as mesmas das de outra pessoa. Cada vez mais se fala de salários emocionais, de trabalharmos de casa, e a compensação passa muito por estas coisas, em haver alguma versatilidade e flexibilidade das empresas em poder olhar para aquele colaborador e perceber até que ponto pode ir na sua dinâmica na sua redistribuição de benefícios. Essa foi a principal razão”, explica Luís Nogueira, HR Operations Lead da Rupeal.

Fundada em 2007 por Rui Pedro Alves, o grupo Rupeal integra três marcas: a Kwan, o negócio relacionado com pessoas de IT, a InvoiceXpress, produto para acelerar o processo de faturação de PMEs, e a ClanHR, solução para marcação de férias e gestão de pessoas, num total de cerca de duas centenas de colaboradores. A atribuição de benefícios era “algo que a empresa já tinha em mente” e que, finalmente, se materializou com a utilização da Coverflex. A solução foi implementada, primeiro para cerca de duas dezenas de pessoas, no verão de 2021 e, no início de 2022, o plano é alargá-la a cerca de 200 colaboradores. 

“A ideia é efetivamente usar a plataforma da Coverflex para atração, retenção de talento, e também para premiar, porque vai permitir uma flexibilidade muito própria ao colaborador”, adianta Luís Nogueira.

“A ideia é efetivamente usar a plataforma da Coverflex para atração, retenção de talento, e também para premiar, porque vai permitir uma flexibilidade muito própria ao colaborador”, adianta Luís Nogueira.

O desafio

A possibilidade de a decisão sobre onde e quando gastar ficar do lado de cada colaborador constitui, segundo o responsável de recursos humanos, uma das vantagens fundamentais da escolha e da utilização da Coverflex. “A utilização que cada pessoa faz fica ao seu critério: se quer gastar em ginásio e fitness, produtos de poupança e reforma, etc.. A versatilidade da ferramenta, do ponto de vista da empresa como do colaborador - de poder decidir aquilo que faz com o seu pacote de benefícios, para mim é muito útil e direcionado ao que procurávamos. O processo altamente facilitado de pagar a creche dos dependentes com o saldo de benefícios é um exemplo dessa simplicidade”, assinala.

A solução

Se a solução anterior era muito menos flexível, com a Coverflex a empresa conseguiu aquilo que procurava. “Decidíamos como e quando era pago o montante, e esse iria sempre para o ordenado do colaborador, com os respetivos encargos financeiros e fiscais para a empresa e para o colaborador”, detalha. Com a Coverflex, a Rupeal consegue agora “canalizar esse benefício com uma maior vantagem para o colaborador, exatamente por existirem rubricas com isenções”, sublinha. 

E se, no início, “houve algum ceticismo e resistência à mudança”, a estrutura “flat” da empresa e a boa comunicação facilitaram a adoção da ferramenta. “Agora que já estou mais rotinado, é muito simples a canalização do valor de benefícios à lista de recursos, e afetá-la dentro da wallet a essa pessoa. Destacaria a rapidez com que fica disponível o saldo alocado a cada colaborador”, destaca. “A Coverflex permite uma maior rapidez e eficiência: Há que destacar a facilidade e a rapidez a partir do momento em que é tomada uma decisão”. 

E se, no início, “houve algum ceticismo e resistência à mudança”, a estrutura “flat” da empresa e a boa comunicação facilitaram a adoção da ferramenta. “Agora que já estou mais rotinado, é muito simples a canalização do valor de benefícios à lista de recursos, e afetá-la dentro da wallet a essa pessoa. Destacaria a rapidez com que fica disponível o saldo alocado a cada colaborador”, destaca. “A Coverflex permite uma maior rapidez e eficiência: Há que destacar a facilidade e a rapidez a partir do momento em que é tomada uma decisão”. 

Conhecendo os layouts da empresa e do colaborador, Luís considera que a comunicação neste tipo de plataformas tem de ser “muito direta”. Entre os benefícios favoritos dos colaboradores da Rupeal, os produtos de Poupança e Reforma estão entre os mais usados. “Não senti desafios de adaptação à app”, afirma Liliana Veríssimo, People Manager da Kwan, sobre a adaptação à Coverflex. “Enquanto RH, já tinha uma visão alargada acerca de benefícios flexíveis. No entanto, fiquei positivamente surpreendida pelo facto de ser possível colocar faturas de despesas médicas”, assinala.

Luís Nogueira acrescenta: “Tenho visto, nos últimos meses, uma maior versatilidade na utilização dos benefícios pelas pessoas, via Coverflex. Propinas dos filhos na faculdade, Coverflex Infância, ginásio. Tem muito a ver com a esfera pessoal de cada pessoa.”

Mais sobre 

Histórias

Ver Todos