C

ada vez mais as empresas parecem ter a noção da importância de fomentar a satisfação dos seus colaboradores - presentes e eventuais futuros - na entidade onde dedicam o seu empenho e a sua produtividade. É um círculo vicioso em que ambas as partes saem a ganhar: a entidade empregadora porque vê os seus números a aumentar, o colaborador porque se sente valorizado e recompensado por fazer parte desse processo. E valorização e recompensa são, de facto, as palavras de ordem aqui, e passam bastante por uma compensação flexível.

Atribuir uma compensação flexível não se trata apenas de promover um aumento do valor líquido que os colaboradores têm disponível por mês, mas sim uma forma de as empresas darem aos colaboradores a liberdade de escolha de ajustarem a sua compensação às suas necessidades. Nas palavras de Bárbara Fonseca, People and Operations na Amplemarket, “as empresas cada vez mais procuram que a experiência de colaborador seja o mais adaptada possível à realidade de cada um”. Por exemplo, para um colaborador jovem e sem filhos provavelmente não é muito relevante que a empresa facilite a emissão de vales infância. Mas, para pais e mães, pode ser um grande apoio, e ambas as posições são igualmente válidas, uma vez que, se não somos todos iguais, por que haveriam de sê-lo as nossas necessidades e preferências? 

Nas palavras de Bárbara Fonseca, People and Operations na Amplemarket, “as empresas cada vez mais procuram que a experiência de colaborador seja o mais adaptada possível à realidade de cada um”. Por exemplo, para um colaborador jovem e sem filhos provavelmente não é muito relevante que a empresa facilite a emissão de vales infância. Mas, para pais e mães, pode ser um grande apoio, e ambas as posições são igualmente válidas, uma vez que, se não somos todos iguais, por que haveriam de sê-lo as nossas necessidades e preferências? 

Assim, o salário pode ser gerido com maior flexibilidade, podendo ser reservado para pagar as contas mensais de habitação (água, eletricidade, telecomunicações…) e poupar para aquelas férias de sonho, um carro novo ou mesmo um alívio numa eventual emergência.

E o resto? O resto inclui-se num "bolo" à parte, por assim dizer. No caso de a tua empresa usar a Coverflex, o valor atribuído a benefícios está disponível no cartão Coverflex, e o saldo e os movimentos do cartão podem ser consultados na app. Vamos a alguns exemplos:

Saúde e Bem-estar

Todos sabemos a importância de vigiarmos a nossa saúde física e mental, até porque sem saúde nada se faz - e, claro, quanto mais saudáveis estivermos, melhor poderá ser a nossa produtividade e o nosso desempenho no trabalho. Mas sabemos também o peso que essas despesas podem ter no orçamento familiar.

Com a Coverflex, é possível usufruir de seguro de saúde (ao qual pode ser adicionado o agregado familiar) ou ainda utilizar o cartão Coverflex para pagar despesas em hospitais, clínicas e farmácias, mas também serviços de fisioterapia, psicologia, massagens e muito mais.

Alimentação

O subsídio de alimentação é possivelmente o benefício mais comummente incluído em grande parte dos contratos de trabalho, e a Coverflex não o deixou de parte. Com o cartão Coverflex podes pagar refeições em restaurantes ou serviços de entrega, ou ainda abastecer a despensa e cozinhar em casa, já que o cartão pode também ser usado em compras de supermercado.

Ginásio e Fitness

Mente sã em corpo são, já diziam os ancestrais, e ainda hoje temos isso presente. Sabemos a importância que o exercício físico tem na saúde, na auto-estima e no relaxamento mental e, por isso, damos-te a possibilidade de usares o cartão Coverflex para pagar as mensalidades de ginásios e clubes desportivos.

Despesas Sénior

É também importante que a vida profissional reconheça que há um lado pessoal e familiar no qual, de uma forma ou de outra, temos também o nosso papel a cumprir, o que passa, muitas vezes, por cuidar de quem cuidou de nós. Por isso, o benefício de despesas sénior contempla despesas em lares de idosos, centros de dia, assistência médica ao domicílio de idosos, entre outros.

Coverflex Infância

Podes também respirar de alívio no que toca aos mais pequenos. Os vales Coverflex Infância destinam-se ao pagamento de creches ou jardins de infância para crianças até aos sete anos. Mas não só: também as despesas de educação, como material escolar, cursos online ou cursos de línguas, por exemplo, estão previstas no benefício Despesas de Educação, do qual podes usufruir através do cartão Coverflex.

Despesas com Educação ou Formação Profissional

A aprendizagem é uma viagem constante pela vida fora e não são só os filhos que podem usufruir de ajuda nas despesas com educação. Se quiseres aprender uma nova língua, fazer um curso online ou aprender sozinho com a ajuda de livros técnicos, por exemplo, isso está contemplado no benefício de despesas com educação. Além disso, existem formações que são exigidas pela própria empresa no sentido de aperfeiçoar ou atualizar as competências profissionais dos colaboradores. Também nesse caso a Coverflex dá uma ajuda e todas as partes saem a ganhar.

Transportes Públicos

O benefício que ajuda o colaborador a cobrir passes sociais é outro dos benefícios mais usuais e, uma vez mais, está incluído no conjunto de benefícios que a Coverflex oferece.. Através deste benefício, podes adquirir o passe social para te deslocares diariamente de transportes públicos - e não te preocupes: a fatura fica por conta da empresa.

Tecnologia

E, claro, num mundo cada vez mais tecnológico, há coisas sem as quais é impossível trabalhar, mas, já se sabe, muitas vezes os produtos têm um desgate rápido, precisam de ser atualizados, ou simplesmente acontecem imprevistos. Não há razões para que isso condicione o teu desempenho e, consequentemente, o papel que desempenhas na empresa. Por isso, outro dos benefícios flexíveis disponíveis consiste no reembolso (até 999€ sem IVA e limitado a uma vez por semestre para cada tipo de equipamento) da aquisição de tecnologias de trabalho, como computadores, smartphones e tablets. Além disso, a tua empresa pode ainda optar por ativar para os colaboradores um benefício específico para produtos Apple. Nesse caso, conseguirás adquirir produtos da marca, como MacBooks e iMacs, iPhones, iPads, Apple Watches, Apple TV, headphones e acessórios, sem IVA e com um desconto até 10%.

Em suma, se o teu empregador te disponibilizar todos estes benefícios, num determinado dia podes ir ao ginásio bem cedo, apanhar um transporte público para o trabalho, almoçar, ir buscar as crianças ao jardim de infância ao fim do dia, passar no centro comercial para comprar algumas mercearias ou substituir o computador de trabalho que estava mesmo a precisar, e/ou terminar o dia com aquela formação online que te vai ajudar a dar um salto na tua carreira. Ou podes ter um dia completamente diferente - é essa a vantagem dos benefícios flexíveis. És tu que escolhes, gerindo o saldo consoante as tuas necessidades e prioridades.

E o salário-base em tudo isto? Esse fica de lado, para o resto, para o que bem entenderes.

Verdadeiramente vantajoso, não é?

Mais sobre 

Compensação

Ver Todos